11 de jul de 2011

Rindo um pouquinho



Olá coleguinhas! Estamos na reta final do semestre, cheios de provas e trabalhos, inclusive com o trabalho de diplomática. Então para descontrair um pouco, nossa equipe preparou um cardápio de piadas super engraçadas.

Estejam servidos!

Culinária Divina:

Madre Teresa de Calcutá chega ao Céu.
-Tens fome? - pergunta Deus.
Madre Teresa acena afirmativamente com a cabeça.
Deus prepara um sanduíche de atum em lata em pão de centeio, para cada um.
Entretanto, a virtuosa mulher olha lá para baixo e vê os glutões no Inferno, um monte políliticos safados, magnatas corruptores, juízes injustos, todos a devorar bifes, lagostas, amêndoas, doces e vinho.
No dia seguinte, Deus convida-a para outra refeição.
Mais uma vez, o pão de centeio seco com atum de lata....
Mais uma vez, ela vê os do Inferno a regalarem-se com uma verdadeira festa gastronômica...
No dia a seguir, ao ser aberta a terceira lata de atum, Madre Teresa pergunta humildemente:
- Senhor, estou grata por me encontrar aqui convosco como recompensa pela vida casta, regrada e devotada que levei.
Mas não compreendo: só comemos pão com atum, enquanto do outro lado comem como reis...
-Ó Teresinha, sejamos realistas - diz Deus com um suspiro - achas que vale a pena cozinhar só para duas pessoas?

Abanar a cabeça:

Uma senhora gorda vai ao médico:
- Doutor, o que devo fazer para emagrecer?
- É simples! Basta abanar a cabeça da esquerda para direita e da direita para esquerda.
- Quantas vezes, senhor doutor?
- Sempre que lhe oferecerem comida!

Pacote de leite:

Porque uma loira, cada vez que compra uma caixa de leite, abre-a, ali mesmo, no supermercado?
Porque na caixa está escrito : «Abra aqui!»

Esquecendo os Documentos:

O Fernando Henrique vai na festa do 145o. aniversário do Roberto Marinho. Mas ao chegar na entrada da supermansão, percebeu que tinha esquecido a sua carteira.
- Desculpe, mas sem convite não posso deixá-lo entrar - alegou o porteiro, todo educado.
- Mas, eu sou o Fernando Henrique Cardoso, sociólogo e presidente da República!
- Então, me mostre seus documentos!
- É que também não tenho documentos, esqueci a minha carteira!
- Desculpe-me, mas não vou poder deixar o senhor entrar!
- O que é isso? O senhor nunca me viu na TV? Olha bem para a minha cara!
- De fato, o senhor é muito parecido com o presidente, mas sabe como é... existem muitos sósias seu por aí... o senhor vai ter de provar que é o senhor mesmo!
- Mas o que você quer que eu faça?
- Não sei! O Pelé também se esqueceu dos documentos, aí eu lhe dei uma bola de futebol e ele fez uma demonstração que logo me convenceu. O Oscar também esqueceu os documentos e eu lhe dei uma bola de basquete e ele fez uma demonstração e provou que era o grande Oscar.
- Pô, mas eu não sei fazer nada!
- Ok! Pode entrar!

Pernas de rã:

O cliente, sentado à mesa do restaurante e desesperado de tanto esperar, pergunta ao criado:
 - Tem pernas de rã?
 - Não, senhor; é o reumatismo que me faz andar assim...

Comida de Exército:

No exército, o recruta reclama da comida:
- A minha sopa está cheia de terra!
E o Capitão:
- Você não veio aqui para servir a Pátria?
E o Recruta:
- Vim para serví-la! Não para comê-la!

Leite com café:

O que disse o açúcar ao leite? 
- Nos vemos no café.

Documentos:

O português compra um veículo perua Kia Besta, importada da Coréia do Sul, e sai todo faceiro com sua esposa, viajando pelas estradas do Brasil, quando é parado pela Polícia Rodoviária, que ordena:
-Mê dá os documentos da Besta.
O português retira sua identidade do bolso, e entrega para o policial.
-Não senhor, eu pedi os documentos da perua.
-Ih Maria, ele não quer os meus documentos, ele quer os seus documentos!

Gelatina:

O que disse a colherzinha à gelatina? 
- Não tremas, covarde!!

Cebola:

O que disse a cebola à cozinheira? 
- Você é tão hipócrita que depois de me cortar, chora.

Mamãe...

Diz uma criança à sua mãe: - Mamãe, mamãe, que delícia está a comida.
E sua mãe responde: - Então repita, filho.
E disse o filho: - Mamãe, mamãe, que delícia está a comida. 

Por: Vanessa Caliman

0 comentários:

Postar um comentário